Controle de perdas

Publicado em 11 julho 2012 por em Blog

0

A Sabesp possui mais de 60 mil quilômetros de tubulações para a distribuição de água. Ao longo dessa extensão, podem ocorrer perdas de água, classificadas em 2 tipos:

  • Reais: são perdas físicas, representadas basicamente pelos vazamentos.
  • Aparentes: são perdas comerciais, representadas por erros de medição nos hidrômetros e fraudes.

A meta da Empresa é reduzir o índice de perdas a 13% até 2019. Serão investidos R$ 4,3 milhões em ações como substituição de redes, troca de tubulações e substituição de hidrômetros.

Combate às perdas reais

  • Pesquisa de vazamentos não visíveis – A Sabesp possui equipamentos especiais (geofones eletrônicos) para detectar os vazamentos não visíveis (não aparecem na superfície do solo). O técnico identifica os vazamentos através de ruídos no solo.
  • Agilidade e qualidade no conserto de vazamentos – Consiste no conhecimento e no rápido atendimento para o conserto de tubulações, instalações e equipamentos danificados. A participação da população é fundamental para comunicar, através do telefone 195, a existência de um vazamento nas vias públicas.
  • Gerenciamento de pressões – A pressão é um dos fatores mais importantes para a ocorrência de vazamentos: quanto mais alta, maior é a frequencia e o volume de água perdido. Para combater esse problema, a Sabesp instala válvulas redutoras de pressão (também conhecidas como VRP’s). Elas regulam a pressão conforme a variação no consumo ao longo do dia.
  • Gerenciamento da infraestrutura – A Sabesp investe no treinamento de seus profissionais e está sempre em busca da melhor qualidade dos materiais utilizados. Em parceria com o Senai, criou um curso específico para instalação de ramal predial e manutenção de redes de água. Durante 3 dias, os técnicos aprendem a instalação correta dos ramais e como devem ser realizados os reparos de vazamentos, dentro das normas de qualidade do serviço e segurança do trabalho.

Combate às perdas aparentes

  • Substituição de hidrômetros – A ação mais importante para manter a precisão e o bom funcionamento dos equipamentos que medem o consumo nas residências.
  • Combate às fraudes – Por meio de análises de variação do consumo, observação do leiturista ou denúncia, a Sabesp procura minimizar fraudes. Nestes casos, grande parte da água é consumida, mas não apurada. Tubulações de desvio, inserção de objetos nos hidrômetros e ligações clandestinas são algumas das formas de fraude.

Deixar um Resposta